sexta-feira, 8 de novembro de 2013

para além das mentes


 Só para os que tem memoria curta ! sim se faz xavor ..


                                               Grande influência exerce a linguagem escrita ...

                                                                    basta ver isto


                                                                 

                                 como certos iluminados da escrita verde e azul são daltónicos

                                                   é isto

                                                                 A falta de Vukcevic




 isto é [foras de jogo] tudo tem passado em claro pelos ilustres jornalistas avençados da escrita e das  TV ...










A estratégia do silêncio

 8 de Novembro de 2013  Partilhar no Facebebook


1. A cada dia que passa mais nos convencemos de que a democracia restabelecida com o 25 de Abril começa a estar cada vez mais distante daquilo que os seus mentores idealizaram. Embora de forma aparente tudo se mantenha para os menos atentos aos sinais, as comparações com o passado começam, nalguns casos, a ser evidentes. Em todos os sectores, emerge uma nova vaga de candidatos a aprendizes de ditadores que surgem à luz do dia de forma capciosa tentando marcar o seu território. Como lhes falta a imaginação e coragem não sabem o que é, evocam frequentemente os poderes externos que nos tutelam para implementar directrizes com sentido único no protectorado. Pétain não faria melhor…

2. O despudor chegou a tal ponto que de forma quase diária são instruídos a aplicar receitas que colidem com a nossa Lei Fundamental como se a mesma tivesse sido suspensa e fôssemos convidados a entrar por caminhos que configuram ditaduras de trazer por casa para destruir tudo o que de importante foi feito. E ridículo dos ridículos, não são as leis e as medidas que têm de respeitar a Constituição mas o contrário! Porque senão vem aí o fugitivo de Bruxelas e piores males acontecerão. Resta acrescentar que, dando uma imagem futebolística, o nosso guardião vai facilitando e deixar entrar golos ao ponto de neste momento já estarmos a ser goleados…

3. Face à bagunça que grassa, as leis não estão a ser ser aplicadas uniformemente no território nacional. Há zonas e locais e sobretudo situações em que vigora a lei da rolha ou se quisermos a lei do quero, posso e mando. Uma delas  A Oeste de Pecos para usarmos uma analogia feliz do jornalista Afonso de Melo, parecem demonstrar que as leis há muito foram adaptadas à especificidade da zona e dos beneficiários e, mais grave do que isso, a profusão de episódios dá a entender que se está a extender gradualmente à totalidade do território. Mas, bem entendido, esses previlégios só estão reservados a uma determinada casta que actua impunemente onde quer que se desloque.

4. O que em tempos foram indícios hoje são certezas. As coincidências há muito deixaram de o ser para se tornarem em realidades incontornáveis. Apesar de por norma serem acompanhadas por um manto de silêncio como convém aos prevaricadores, vai-se sabendo ainda que de forma tímida e incompleta dado que é inconcebível que os profissionais da imprensa que deveriam unir-se na denúncia de todos esses atropelos à liberdade e à livre circulação, sofram agressões verbais e físicas mantendo-se silenciosos como se estivessem paralisados e conformados com as regras do jogo.

5. A liberdade é um dos bens mais preciosos que o ser humano pode ter e como tudo só lhe damos valor quando dela não usufruímos. Pode ser, todavia, um instrumento poderoso para os ditadores em potência e para todos aqueles em que os escrúpulos é coisa vã, que se aproveitam dela para alcançar os seus pérfidos desígnios, em particular coartar a liberdade dos outros. Alguns magníficos exemplares estão a emergir da penumbra e a despeito da barreira restrictiva para iludir as suas diatribes, aqui e ali vão transpirando pequenos detalhes que ajudam a compreender melhor o que se vai passando 

6. Um dos descendentes do tristemente célebre guarda Abel parece ser neste momento o homem de maior sucesso. Referimos-nos a Rui Cerqueira com as funções oficiais de Director de Comunicação do FêCêPê que a avaliar pelas constantes ofensivas parece estar a levar muito a sério as suas tarefas abrangentes. Aliás, um dos segredos da estrutura de sonho é o facto das pessoas serem polivalentes, desempenhando com esmero e dedicação várias tarefas em simultâneo. Nélson Puga que desempenha oficialmente as funções de médico, é outro desses profissionais multifacetados que contra o Zénit se distraiu, pensou que o árbitro era português e acabou expulso. 

7. A estrutura de sonho está a tornar-se agressiva e por onde quer que passe deixa a marca do Dragão. Foi ultimamente em Setúbal, foi no Estoril, foi no Restelo, amanhã será noutro lugar qualquer. Isto fora as tradicionais e já habituais recepções de boas vindas no Dragão… E a prova definitiva que a democracia foi suspensa A Oeste de Pecos foi que na deslocação do Sporting ao Dragão o seu Presidente foi aconselhado a não se reunir com adeptos porque a sua segurança poderia perigar. Mas afinal para que serve uma Polícia que não consegue garantir a tranquilidade de uma simples reunião de um presidente de um clube com adeptos?


Por: k



Hoje joga o glorioso SPORT LISBOA E BENFICA




 Forçaaaaaaaa Benficaaaaa


por: k



EM DEFESA DO BENFICA

O golo marcado por Cardozo, em 1 de Novembro de 2013, na 9.ª jornada, aos 33':08'' do jogo entre a equipa da Associação Académica de Coimbra - Organismo Autónomo de Futebol e o "Glorioso" SL Benfica permitiu ao goleador com o "Manto Sagrado" atingir os 110 golos marcados no Campeonato Nacional, ultrapassando Custódio Pinto que conseguiu 109 golos. É, para já, o 35.º melhor marcador de sempre no campeonato nacional, ex-aequo com Correia Dias. Um registo notável que merece destaque no EDB, assim como todos as outras “futuras ultrapassagens”.

Cardozo faz parte de um restrito grupo
Em 80 edições - 79 concluídas - do campeonato nacional foram muito poucos os que ultrapassaram a centena de golos. O EDB evocará o(s) feito(s) de Cardozo recolocando-o entre os melhores, actualizando os seus valores e homenageando – independentemente do clube representado - o goleador “ultrapassado” por Cardozo, pois todos eles estão entre os melhores avançados que passaram pelos campos de futebol em Portugal e (alguns) no Mundo.

Vários craques na mira
Com 110 golos, nesta edição do campeonato nacional – o mais importante (e fundamental) é o “Glorioso” conquistar o 33.º título - mas a nível individual estão ao seu alcance vários nomes consagrados no futebol português: Correia Dias, Edmilson, Manuel António, Figueiredo, Francisco Rodrigues, Liedson, João Pinto, Iaúca, Albano, Patalino, Rui Águas e Araújo.

MELHORES MARCADORES CAMPEONATO NACIONAL Esta listagem pode não estar completa. São pelo menos 43, mas podem ser mais a marcar, pelo menos, 100 golos. Para elaborar este quadro, utilizei a recolha do jornal Record, corrigi os erros no número de golos (em relação aos futebolistas do Benfica), indexei os golos por clube (para quem tenha marcado por mais de um emblema) e acrescentei os nomes de Francisco Rodrigues e Cavém (que não constavam da lista "trapalhona" do "Record"). Acrescentei ainda mais dois nomes: Edmilson (112 golos) e Gaúcho (103 golos) por informação do portal zerozero.pt, mas tenho muitas reservas quanto à informação estatística deste portal. Só que enquanto não pegar na papelada que tenho com todos os golos nas 80 edições do campeonato nacional e fazer as contas não resta alternativa se não aceitar.



Podem estar «descansados»…
… que o EDB assinalará, devidamente, cada ultrapassagem, comparando as cifras e médias de Cardozo com cada um desses goleadores. A próxima paragem é aos 111 golos (falta um) na ultrapassagem ao portista de Ovar Correia Dias (110 golos, entre 1941/42 e 1948/49, no FC Porto). Os leitores do EDB serão informados na “hora exacta”. Depois seguem-se paragens aos 113, 114, 115 (serão dois), 117, 118 (serão mais dois), 119 e 122 (outros dois). Como se percebe em fila indiana. Chegar aos 132 (ultrapassando Jesus Correia) será mais difícil. Talvez… na próxima época! Em 2014/15! Vamos estar atentos! Até aos golos legais que lhe vão anular.

 Aperta com eles…Cardozo

obrigado sr   Alberto Miguéns

aqui:http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/

por:k