segunda-feira, 20 de outubro de 2008

MOREIRA um guarda-redes em grande forma


SLB, SLB, SLB, Glorioso SLB!

Parabens miudo !
mas que grande guarda redes !
Obrigado MOREIRA ....



sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Relogio do Mundo Benfiquista





o pasquim da mentira

17/10/2008
S.L.BENFICA
CLUBE
Comunicado
Uma grave falha deontológica

Vivemos tempos em que uma notícia já não é a descrição de uma realidade, mas sim a elaboração que determinado(s) jornalista(s) faz(em) dessa realidade. Tempos que deveriam obrigar a uma rigorosa verificação dos factos que são noticiados, condição de rigor e sinal de respeito, não só em relação ao público que ‘atingem’, mas igualmente em relação às pessoas ou instituições que são visadas.A edição de hoje do jornal Record publica uma notícia que tem tanto de sensacionalista como de falsa, com uma agravante ‘indesculpável’ nos dias de hoje: sobre a matéria publicada, nenhum dos autores procurou ouvir os responsáveis do Benfica, como deontologicamente a profissão obriga. Só duas razões podem justificar tal comportamento: ou incompetência ou má fé.A notícia, sob o título “Em estado de sítio”, fala do Futsal do Clube, adjectivando e descrevendo, com base em ‘fontes anónimas’, um cenário ficcionado de “instabilidade” e “insatisfação” dentro da equipa. A realidade é outra e bem diferente.Como se pode falar de instabilidade quando todos os atletas prolongaram os seus vínculos contratuais? Na última Assembleia Geral do Sport Lisboa e Benfica, o Presidente Luís Filipe Vieira foi claro em relação às modalidades, reiterando o seu compromisso em relação ao ecletismo do Clube, mas foi igualmente reafirmada a necessidade de alcançar resultados equilibrados, mantendo uma gestão de rigor.O Presidente do SL Benfica tem como principal preocupação a sustentabilidade dos projectos a médio prazo e a credibilidade da instituição. Foi precisamente em função deste princípio e para salvaguardar a ‘estabilidade’ do grupo que foi explicada aos atletas do Futsal a impossibilidade de manter a política salarial praticada no passado e que se revelaria incomportável no curto prazo. Foi-lhes transmitido que o SL Benfica só poderia assumir compromissos que pudesse cumprir, manifestando total abertura e compreensão em relação àqueles que quisessem procurar novos rumos.Mesmo assim, o Sport Lisboa e Benfica continua a ter o plantel mais caro do campeonato português, numa clara aposta na modalidade e reconhecendo – desta forma – o valor dos seus jogadores.Todos os atletas manifestaram vontade em continuar a fazer parte do ´projecto’! Como se pode falar, então, de insatisfação? Razões de insatisfação real haveria se, no futuro, o Sport Lisboa e Benfica não pudesse cumprir com os contratos assumidos e baseados em políticas irresponsáveis de gestão orçamental. O que foi proposto e aceite por todos os atletas foram contratos justos e responsáveis face àquilo que são as capacidades do Sport Lisboa e Benfica e o cenário actual de toda a economia.De realçar a compreensão evidenciada pelos atletas. Todos entenderam o problema e todos partilharam da solução.Ordenados em atraso houve, no passado, quando os compromissos assumidos ultrapassavam as disponibilidades do Clube. Mas o passado não é presente, nem será, seguramente, o futuro. Mesmo assim, por vontade própria, ou instigado por alguém, o Record decidiu inscrever mais esse elemento na notícia publicada.O jornalismo compromete os seus profissionais com princípios de isenção e as relações pessoais que possam existir com ex-dirigentes do SL Benfica não podem contaminar o trabalho de quem exerce uma profissão baseada na verdade e no rigor. Finalmente, o jornal fala de ‘reforços’, afirmando que ‘quem não aceita as novas condições… tem a porta aberta’, quando na verdade só houve um reforço, com o qual o SL Benfica está a cumprir com tudo o que foi acordado no momento da sua contratação.O Sport Lisboa e Benfica conta com todos aqueles que querem estar e vestir e sentir a camisola do Clube. Felizmente, todos os atletas do Futsal demonstraram essa disponibilidade e o desejo de continuar a servir o Sport Lisboa e Benfica. Temos satisfação e orgulho nessa demonstração!Traçámos um rumo feito de rigor, com critérios de avaliação e muita exigência. É por aí que vamos continuar. Todos os treinadores e seccionistas das modalidades têm participado na definição dos objectivos e respectivos orçamentos. Algo que não acontecia no passado!

terça-feira, 14 de outubro de 2008

dias da cunha e os mentirosos dos viscondes

FORTE E FEIO !
Dias da Cunha chama "mentiroso" a Soares Franco


"Soares Franco é mentiroso e, além de mentiroso, é uma pessoa que não tem respeito nenhum pelo Sporting, que vendeu mal o património e ainda não se sabe como aplicou essas verbas", disse Dias da Cunha


O antigo dirigente está, por seu turno, preocupado com a gestão de Soares Franco: "Levar para dentro da SAD a Academia significa retirar ao Sporting a jóia do que lhe resta. Significa a morte do Sporting dentro de pouco tempo".O relatório e contas da SAD do Sporting relativo à época 2007/08, que teve um resultado positivo de 597 mil euros, foi aprovado, a 26 de Setembro, por esmagadora maioria em Assembleia Geral.Em 2007, os proveitos operacionais da SAD sportinguista aumentaram 13,4%, enquanto os custos operacionais diminuíram 6,3%. Em declarações ao site do clube, o presidente Filipe Soares Franco salientou que "este foi o melhor ano de sempre da Sporting SAD". "Tivemos sucesso desportivo, incrementámos as receitas, optimizámos os custos e valorizámos o património desportivo", afirmou o presidente do Sporting. Contudo, Soares Franco alertou reconheceu o "falhanço em conseguir trazer mais sócios e adeptos" para o clube: "Temos 94 mil sócios, mas apenas 55 mil pagam as quotas", lamentou.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

O POLVO DO FCPOR7O

Cum RAIO e que carago, até onde VAMOS com uma JUSTIÇA Á PORTUGUESA




Percebem agora como é que se ganhavam campeonatos? Depois não queriam ser apanhados, quem é que encomenda cafés com leite e fruta pelo telefone??O Mal que provêm do norte está prestes a acabar...mesmo que não sejam apanhados vão acabar por sucumbir, pois estão alicerçados em corrupção, intimidações e por aí fora!




O polvo dos andrades continua a viver a grande e a francesa a custa do povo!!

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

O guardião do templo


Sera, que, vale a pena, ser honesto ,BENFICA..............
AS VERDADES DO S.L.BENFICA
Pelo "alerta" que me foi dado, "andam" mesmo desesperados, mas também não é por acaso. Do que me lembro
É complicado alguém tentar "deitar abaixo" a Benfica Tv durante meses e o projecto ser um verdadeiro sucesso na sua emissão experimental.
É complicado alguém tentar "deitar abaixo" as receitas de quotizações e o numero de socios pagantes, e depois as receitas subirem 5.000€ comparando 12 meses de quotas.
É complicado alguém tentar "deitar abaixo" o passivo "insolvente" da SAD, e depois o passivo baixar várias DEZENAS de Milhões de euros num ano.
É complicado alguém tentar "deitar abaixo" a "navegação à vista" do Benfica, e depois ficar demonstrado que são os adversários que não sabem gerir a parte financeira.
Ja vai h á algum tempo que não ligo a essas "coisas". Estou a escrever do que me lembro. Muito provavelmente ainda houve outras "pérolas" escritas depois disso.
ttp://www.slide.com/r/gOwqgTnFzD8Q_vyC68VOuF12wDDxYr1a?previous_view=lt_embedded_url

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Parabéns Nelson Évora


Nelson Évora eleito segundo Melhor Atleta Masculino do Ano
O português Nelson Évora foi superado pelo norueguês Andreas Thorkildsen, atleta do lançamento do dardo, que foi eleito atleta do ano numa votação levada a cabo pela Associação Europeia de Atletismo.
ASF
O actual campeão olímpico de 26 anos, alcançou um novo recorde nos Jogos de Pequim ao fazer um lançamento a 90.57 metros, sagrando-se campeão com cerca de quatro metros de avanço sobre o seu principal adversário Andreas Thorkildsen vai receber o prémio no próximo dia 18, em Amesterdão.

domingo, 5 de outubro de 2008

O CASO HULK E DE ..

Domingo, Outubro 05, 2008

Caso Hulk - o Documento que faltava

Em cerca de 5 meses (15 de Março a 24 de Agosto) Hulk jogou por 3 clubes e esteve REGISTADO em 4 clubes!!

A 15 de Março Hulk jogou pelo Kawasaki Fontale.
A partir de 6 de Abril, Hulk passou a jogar pelo Tokyo Verdy.
A 23 de Julho, Hulk foi contratado ao Tokyo Verdy por parte do Club Atlético Rentistas, e a sua transferência foi registada na Associação de Futebol Uruguaia.
A 25 de Julho, Hulk foi contratado pelo Porto ao Club Atlético Rentistas, e a sua transferência foi registada na CMVM.
A 29 de Julho a Federação Uruguaia de Futebol recebeu o certificado internacional da Federação Japonesa de Futebol, e a 30 de Julho é enviado o certificado internacional para a Federação Portuguesa de Futebol.
A 3 de Agosto Hulk jogou contra o Caglari num jogo particular, a 16 de Agosto jogou contra o Sporting na final da Supertaça, e a 24 de Agosto jogou contra o Belenenses na Liga Sagres.

Segundo a FIFA:
(Regulamento do estatuto e transferência de jogadores da FIFA 2008):Artº 5.1 "A player must be registered at an association ..." Artº 5.2 "A player may only be registered with one club at a time."Artº 5.3 "Players may be registered with a maximum of three clubs during one season ..."

O Hulk só poderia ter sido registado por 3 clubes, e nas respectivas Federações, na mesma época.

Porque motivo é que a FPF no Caso Edimar (Sp. Braga) e no Caso Chumbinho (Leixões) não aceitou as inscrições dos jogadores estando ambos os jogadores em circunstâncias idênticas ao Hulk?
Porque motivo é que Edimar e Chumbinho continuam à espera da resposta oficiosa da FIFA, e o Porto alega que teve "autorização" da FIFA, se apenas passaram 2 semanas desde a inscrição do jogador na FPF até à sua utilização em jogos oficiais?

Anexos:
Registos da 3ª e 4ª transferência de Hulk
Associação Uruguaia de Futebol (23 de Julho)
Comissão do Mercado de Valores Mobiliários - Portugal (25 de Julho)
Associação Uruguaia de Futebol (29 e 30 de Julho)
PS: Mais uma vez, agradecemos a quem nos alertou para este último documento que comprova o 3º e 4º registo de Hulk.
Blog Forum Benfica Em 10/05/2008

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Apito Dourado: escutas são válidas..


Escutas são válidas


O Tribunal Constitucional (TC) dá por encerrada a questão das escutas no processo que ficou conhecido, há cinco anos atrás, como o caso «Apito Dourado». Um acórdão, com data de terça-feira, confirma a legalidade das escutas realizadas ao major Valentim Loureiro. A notícia é avançada esta quinta-feira pelo jornal Correio da Manhã, que cita o acórdão do TC.
De acordo com a mesma notícia, os conselheiros recusaram por unanimidade a pretensão de Valentim Loureiro, em ver ignoradas pela justiça as escutas de que foi alvo há cinco anos atrás. Além de validarem as intercepções telefónicas, os magistrados ainda condenaram o major ao pagamento de uma multa, no valor de dois mil euros, por ter avançado com o recurso.
Aqueles que já não defendiam a inocência do Major nem do Pinto, mas apenas a não validade das escutas, ficaram sem uma desculpa. Como também ficou visível a falácia de alguns acórdãos de tribunais do Porto... JSB
Estes estão em maus lençois:
Apito Dourado
Confira a lista de todas as condenações
, no Tribunal de Gondomar, o acórdão referente ao processo "Apito Dourado", relacionado com alegada corrupção e tráfico de influências no futebol profissional e na arbitragem. Confira aqui a lista completa e oficial das condenações anunciadas, divulgada pela agência Lusa.

1 - José Luís da Silva Oliveira (ex-presidente do Gondomar SC e vice-presidente da Câmara de Gondomar - Condenado pela prática, como autor, de 10 crimes de corrupção desportiva activa, na pena de três meses de prisão para cada crime; condenado pela prática, como autor, de 25 crimes de abuso de poder, na pena de três meses de prisão para cada crime; absolvido da totalidade dos 26 crimes de corrupção activa e de 11 dos crimes de corrupção desportiva activa.Em cúmulo jurídico, condenado na pena única de três anos de prisão, cuja execução o Tribunal decidiu suspender por igual período.
2 - Joaquim Manuel Moura Castro Neves (vereador da autarquia de Gondomar e chefe de departamento de futebol do Gondomar SC à data dos factos) - Absolvido da totalidade dos 19 crimes de corrupção desportiva activa.
3 - Valentim dos Santos de Loureiro (ex-presidente da Liga de Futebol e presidente da Câmara de Gondomar) - Declarada, em consequência da condenação aplicada, a perda do mandato do arguido como presidente da Câmara Municipal de Gondomar.Condenado pela prática, como cúmplice, de 25 crimes de abuso de poder, na pena de dois meses de prisão para cada crime; condenado pela prática, como autor, de um crime de prevaricação, na pena de dois anos e seis meses de prisão; absolvido da totalidade dos 26 crimes de corrupção activa.Condenado em cúmulo jurídico na pena única de três anos e dois meses de prisão, cuja execução o Tribunal decidiu suspender por igual período.
4 - José António Gonçalves Pinto de Sousa (antigo presidente do Conselho de Arbitragem da FPF) - Condenado pela prática, como autor, de 25 crimes de abuso de poder, na pena de três meses de prisão para cada crime; absolvido da totalidade dos 26 crimes de corrupção passiva.Em cúmulo jurídico, condenado na pena única de dois anos e três meses de prisão, cuja execução foi suspensa por igual período.
5 - Francisco Fernando Tavares da Costa (vice-presidente do Conselho de Arbitragem da FPF) - Condenado pela prática, como cúmplice, de 25 crimes de abuso de poder, na pena de dois meses de prisão para cada crime; absolvido da totalidade dos 26 crimes de corrupção passiva.Em cúmulo jurídico condenado na pena única de um ano e três meses de prisão, cuja execução se decide suspender por igual período.
6 - Luís Nunes da Silva (ex-vogal do Conselho de Arbitragem da FPF) - Condenado pela prática, como cúmplice, de um crime de abuso de poder, na pena de 75 dias de multa; condenado pela prática, como autor, de dois crimes de corrupção desportiva activa, na pena de 170 dias de multa para cada crime; absolvido dos dois crimes de corrupção activa; absolvido de dois dos crimes de corrupção desportiva activa.Condenado, em cúmulo jurídico, na pena única de 270 dias de multa, à taxa diária de 15 euros.
7 - Carlos Manuel Carvalho (presidente do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol do Porto) - Absolvido dos dois crimes de corrupção desportiva activa.
8 - Pedro Gonçalo Morais Sanhudo (árbitro) - Condenado pela prática, como autor, de três crimes de corrupção desportiva passiva, na pena de três meses de prisão para cada crime; condenado pela prática, como autor, de um crime de corrupção desportiva activa, na pena de três meses de prisão; absolvido de um dos crimes de corrupção desportiva activa.Condenado na pena única de nove meses de prisão, que o Tribunal decidiu substituir por igual número (270) de dias de multa, à taxa diária de oito euros.Pena acessória de proibição de exercer cargos ou funções desportivas pelo período de três anos e seis meses.
9 - Hugo Vladimiro Teixeira da Silva (árbitro) - Absolvido dos dois crimes de corrupção desportiva passiva.
10 - João Pedro Carvalho da Silva Macedo (árbitro) - Condenado pela prática, como autor, de três crimes de corrupção desportiva passiva, na pena de três meses de prisão para cada crime; absolvido de um dos crimes de corrupção desportiva passiva.Condenado em cúmulo jurídico na pena única de sete meses de prisão, que o Tribunal decidiu susbstituir por igual número (210) de dias de multa, à taxa diária de seis euros.Pena acessória de proibição de exercer cargos ou funções desportivas pelo período de três anos.
11 - Ricardo Emanuel da Fonseca Pinto (árbitro) - Absolvido dos três crimes de corrupção desportiva passiva.
12 - Manuel Fernando Valente Pinto Mendes (árbitro) - Absolvido dos três crimes de corrupção desportiva passiva.
13 - Manuel Alberto Barbosa da Cunha (observador de árbitros) - Absolvido do crime de corrupção passiva.
14 - João Soares Mesquita (observador de árbitros) - Absolvido do crime de corrupção passiva.
15 - José Manuel Ferreira Rodrigues (árbitro) - Absolvido dos dois crimes de corrupção desportiva passiva.
16 - Sérgio Amaro de Jesus Sedas (árbitro) - Absolvido do crime de corrupção desportiva passiva.
17 - Agostinho José Nogueira Duarte da Silva (ex-chefe de Departamento de Futebol do Sousense) - Absolvido do crime de corrupção desportiva activa.
18 - Leonel Arcanjo Neves Viana (antigo vereador da Câmara de Gondomar) - Absolvido do crime de prevaricação.
19 - Licínio da Silva dos Santos (árbitro) - Condenado pela prática, como autor, de dois crimes de corrupção desportiva passiva, na pena de três meses de prisão para cada crime.Condenado em cúmulo jurídico na pena única de cinco meses de prisão, que foi decidido substituir por igual número (150) de dias de multa, à taxa diária de oito euros.Penas acessória de proibição de exercer cargos ou funções desportivas pelo período de três anos.
20 - António Ramos Eustáquio (árbitro) - Condenado pela prática, como autor, de dois crimes de corrupção desportiva passiva, na pena de três meses de prisão para cada crime.Condenado em cúmulo jurídico na pena única de cinco meses de prisão, que o Tribunal decidiu substituir por igual número (150) de dias de multa, à taxa diária de sete euros.Pena acessória de proibição de exercer cargos ou funções desportivas pelo período de três anos.
21 - Jorge Pereira Saramago (árbitro) - Condenado pela prática, como autor, de um crime de corrupção desportiva passiva, na pena de três meses de prisão, que o Tribunal decidiu substituir por igual número (90) de dias de multa, à taxa diária de sete euros.Pena acessória de proibição de exercer cargos ou funções desportivas pelo período de dois anos e seis meses.
22 - Américo Manuel Santos de Sousa Neves (presidente do clube Sousense) - Condenado pela prática, como autor, de um crime de corrupção desportiva activa, na pena de 90 dias de multa, à taxa diária de 12 euros.
23 - António Ferreira (tenente-coronel reformado) - Condenado pela prática, como autor, de um crime de prevaricação, na pena de dois anos e três meses de prisão.
24 - José António Horta Ferreira (designer) - Condenado pela prática, como cúmplice, de um crime de prevaricação, na pena de um ano e dois meses de prisão.
Que lista !!
Que lindo serviço prestado a NAÇÃO..

de arrasar os

O «Benfica europeu» não faltou à jornada

um dia histórico que marcou o arranque da Benfica TV


O Inferno da Luz vibrou com o sucesso encarnado e o jogo terminou ao som de «olés», perante italianos vencidos e convencidos......

A noite das estrelas

Num dia histórico na televisão portuguesa

BENFICA TV

No .................MEO



o Benfica qualificou-se, de forma autoritária, para a fase de grupos da Taça UEFA, depois de ter derrotado o Napóles, por 2-0, na 2.ª da mão da 1.ª eliminatória


Estádio da Luz, em Lisboa


Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha):


BENFICA – Quim; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Jorge Ribeiro; Ruben Amorim (Carlos Martins, 71 m), Katsouranis, Yebda (Binya, 76 m) e Reyes; Nuno Gomes e Di Maria (Urreta, 78 m)


NÁPOLES – Gianello; Cannavaro, Rinaudo e Contini; Maggio, Blasi, Hamsik (Russotto, 66 m), Gargano e Vitale (Mannini, 78 m); Lavezzi (Denis, 71 m) e Zalayeta.Ao intervalo: 0-0Golos: 1-0, Reyes (57 m); 2-0, Nuno Gomes (83 m)Resultado final: 2-0Cartão amarelo a Cannavaro, Vitale, Reyes, Di Maria, Contini e Gargano.



O Benfica não pôde jogar com jogadores de craveira internacional, casos de Pablo Aimar, Cardozo e Suazo, mas este plantel é elástico, tem uma forte homogeneidade e todos os jogadores estão mentalmente preparados para entrarem e desempenharem com confiança o seu papel. Mérito, claro está, de Quique Flores, que veio trazer uma nova filosofia de trabalho, ele que voltou a brilhar no capítulo das substituições com a sua visão de jogo.
O melhor lance para definir a tal nova filosofia de trabalho introduzida por Quique ocorreu aos 69': Rúben Amorim correu, correu, correu e ganhou um lançamento de linha lateral depois de ter caído exausto no relvado e embatido na bandeirola de canto. Quando se levantou ouviu uma tremenda ovação dos adeptos, maravilhados e, acima de tudo, orgulhosos de terem uma equipa que luta nos limites por cada jogada.
Outra imagem espectacular deste histórico jogo verificou-se à passagem do minuto 57, num lance em que intervieram os três melhores jogadores em campo: Luisão (exibição impressionante) cortou de carrinho o esférico à entrada da grande área, depois Katsouranis colocou a redondinha em Reyes que, lesto no raciocínio, disparou para a felicidade, abrindo o caminho à qualificação para a fase de grupos.
O treinador do Nápoles, Eduardo Reja, prometeu jogar ao ataque, mas as suas palavras esbarraram na realidade das quatro-linhas, onde o Benfica dominou e controlou o adversário exceptuando os últimos 10' da primeira parte. Com três vitórias consecutivas, duas das quais ante adversários categorizados, o projecto de Quique ganha força e consolida-se para o futuro.
Quinze minutos de elevada intensidade
A primeira estratégia levada para prática pelo conjunto de Quique Flores residiu numa forte acção de pressing nos primeiros 15' – acção de intensidade no primeiro terço do meio-campo adversário e velocidade nas variações de bola e nas tabelinhas pelos corredores – e o resultado dessa aposta táctica consistiu numa avalanche atacante consubstanciada em quatro claras oportunidades de golo.
O primeiro momento de frisson foi protagonizado por Di Maria logo aos 3', num violento remate de fora da grande área que levou o esférico a sair ligeiramente por cima do travessão. Volvidos 2', Sidnei, na marcação de um livre indirecto, também falhou por alto o alvo e aos 15' Di Maria viu o guardião adversário defender um remate cruzado (antes Yebda havia rematado por cima do travessão, em posição privilegiada).
Com dinâmicas pelas alas (Di Maria e Reyes foram acutilantes) e um corredor central com sentido de baliza, o Benfica apostou nos remates de meia-distância no primeiro tempo e os remates de Yebda (27') e Reyes (30') foram mais dois bons exemplos.
No entanto é preciso referir que, na boa tradição das equipas italianas, o Nápoles fez baixar o ritmo do jogo nos últimos 10' através de acções de antijogo e a verdade é que o Benfica não conseguiu libertar-se desse coletes de forças que lhe desgastou psicologicamente (muitas paragens de jogo derivadas de faltas e perdas de tempo por parte dos transalpinos).
E a armadilha napolitana esteve muito perto de ser concretizada com um golo injustíssimo, pois, já depois do minuto 45, Gargano atirou à barra, na pequena área, na sequência de um livre indirecto (no ressalto de bola, Zalayeta atirou ao lado sem oposição).
Segunda parte de luxo ...


Parabens ao BENFICA e a todos os BENFIQUISTAS ...



02/10/2008 FUTEBOLBenfica 2-0 NápolesDeclaraçõesQuique Flores"O comportamento dos jogadores foi muito bom""Jogámos com uma grande dinâmica e fizemos um jogo muito completo. Face à evolução do jogo, qualquer jogador que entrasse jogaria bem. O comportamento dos jogadores foi muito bom. Não deixámos pensar a equipa italiana, que é um grande rival. Os adeptos apoiaram-nos bastante e isso foi muito bom. È bom deixar os nossos adeptos felizes. É uma alegria jogar na Luz. Precisamos agora de manter a dinâmica uma vez que regularidade é o mais importante".Nuno Gomes"Demonstrámos inteligência para gerir o jogo""Fizemos dois golos mas poderíamos ter feito mais, pelo que merecemos esta vitória O Nápoles na primeira parte conseguiu assustar-nos por duas vezes, mas na segunda fomos mais pressionantes e demonstrámos depois inteligência para gerir o jogo. Marcar golos dá sempre mais confiança, mas o meu golo foi importante porque matou o jogo". Carlos Martins"É sempre muito importante o apoio dos adeptos""É muito importante estarmos na fase de grupos da Taça UEFA. Fizemos uma grande exibição. È sempre muito importante o apoio dos adeptos. Ter eles do nosso lado é sempre uma grande vantagem. Porque não fui titular? Passei mal a noite e não estava a 100 por cento".


02/10/2008

FUTEBOLBenfica 2-0 Nápoles

Destaques do Benfica

LUISÃO – O Gigante da ÁreaUma das melhores exibições de sempre do internacional brasileiro. Na antecipação, nas dobras, de carrinho e pelo ar, Luisão cortou tudo o que havia para cortar nas zonas de acção em que podia humanamente chegar ao esférico. Sempre com eficácia absoluta e com o sentido de liderança que o caracteriza, o gigante da Luz prova estar na linha dos melhores centrais na história do Clube. A ambição de Sidnei também ajudou o experiente central a encher o campo de qualidade futebolística. KATSOURANIS – Visão e ClasseA experiência do médio grego foi fundamental num jogo de elevada tensão competitiva. Com passes certos de curta distância ajudou a equipa a desenvolver jogadas em apoio e com um passe teleguiado isolou Reyes para o 1-0. E já na recta final do jogo, com mais um passe milimétrico, esteve quase a ver Nuno Gomes fazer o 3-0. Em termos defensivos, cortou imensas bolas e, juntamente com Yebda, fechou a capacidade ofensiva do Nápoles pelo corredor central. REYES – O Homem das DecisõesNo espaço de quatro dias, abriu por duas vezes o caminho da vitória com a sua peculiar para desequilibrar nos jogos de grande responsabilidade. A forma como Reyes inverteu a eliminatória a favor do Benfica reflecte exemplarmente a sua classe para definir com êxito uma jogada sob pressão adversária. Pelas alas o Benfica conta com um jogador que pode resolver uma partida a qualquer momento, o que é, claro está, uma grande vantagem.

AQUI:

http://www.slbenfica.pt/Informacao/Futebol/Noticias/noticiasfutebol_futslbnapolesdec_021008_40271.asp





















quarta-feira, 1 de outubro de 2008

O sumarissimo ao luisão

A lista dos amigos .....

Condenados 13 arguidos do “Apito Dourado”
2008-07-18
O Tribunal de Gondomar condenou 13 dos 24 arguidos do processo "Apito Dourado", relacionado com alegada corrupção e tráfico de influências no futebol profissional e na arbitragem.
O major Valentim Loureiro foi condenado a três anos e dois meses de prisão, com pena suspensa por igual período, por abuso de poder e prevaricação, bem como perda de mandato na presidência da Câmara de Gondomar.
O abuso de poder foi penalizado com dois meses por cada um dos crimes, sendo a pena de seis meses relacionada com o crime de prevaricação, pelo qual, de acordo com o tribunal, pode perder o mandato. Esta perda de mandato torna-se definitiva quando e se o acórdão transitar em julgado.
José Luís Oliveira, vice-presidente da autarquia gondomarense e presidente do Gondomar SC à data dos factos, foi condenado a três anos de cadeia, pena suspensa, por 25 crimes de abuso de poder e 10 crimes de corrupção desportiva activa.
Pinto de Sousa, antigo presidente do conselho de arbitragem da FPF, foi condenado em cúmulo jurídico a dois anos e três meses, pena suspensa por igual período, por 25 crimes de abuso de poder.
Francisco Tavares Costa, vice-presidente do conselho de arbitragem da FPF, foi condenado a um ano e três meses de prisão, pena suspensa pelo mesmo período.
José Luís Oliveira, Pinto de Sousa, Tavares Costa e Valentim Loureiro foram condenados pelo crime de abuso de poder, por cada nomeação de árbitros feita, num total de 25 crimes cada.
Por dois crimes de corrupção desportiva na forma activa e cumplicidade num crime de abuso de poder foi condenado Luís Nunes a 270 dias de multa à taxa de 15 euros.
A pena de multa foi igualmente aplicada aos árbitros João Macedo (210 dias à taxa de seis euros), António Eustáquio (150 dias a sete euros), Jorge Saramago (90 dias a sete euros) e ao presidente do Sousense, Américo Neves (90 dias a 12 euros).
O árbitro Licínio Santos, condenado a cinco meses de prisão, viu a sua pena ser substituída por multa.
Castro Neves, vereador da Câmara de Gondomar e director do Departamento de Futebol do Gondomar SC, foi absolvido.
O Tribunal de Gondomar absolveu ainda Barbosa da Cunha, João Soares Mesquita, Ricardo Pinto, Carlos Carvalho, Valente Mendes, José Manuel Rodrigues, Sérgio Sedas, José Agostinho Silva e Leonel Viana.
Licínio Santos, João Macedo e António Eustáquio foram ainda suspensos por três anos e Jorge Saramago encontra-se proibido durante dois anos e seis meses.
Sobre os árbitros, o Tribunal de Gondomar considerou que as ofertas de artefactos em ouro aos árbitros dos jogos do Gondomar SC não significam, por si só, que os árbitros tenham violado as leis de jogo.
Na leitura do acórdão defendeu-se ainda a impossibilidade de se definir qual o lance concreto em que o árbitro agia contra as leis de jogo, pelo que "ficará sempre a dúvida" se o erro era intencional ou não.









AS VIRGENS



OS METRALHAS



Todos sabemos que os causadores de toda a porcaria que anda pelo o futebol são estas duas figurinhas, e parece que ninguem se importa, e elas ainda mexem dentro da maquina do futebol, então são atribuidos sumarissimos aos jogadores do Benfica, como se fosse uma norma anual, só porque o Benfica luta pela verdade, e pela transparencia no futebol Português
O sumarissimos dado ao jogador Luisão do Benfica, na minha opinião é muito bem atribuído, só é pena que seja sempre jogadores do Benfica a serem contemplados com eles.
Em 3 anos o Benfica teve 3 jogadores com sumarissimos, Derlei, Katsuranis e agora o Luisão, mais nenhum clube foi castigado a não ser o gloriosos slb
Isto vem provar que existe algo para prejudicar o Benfica, mas convém esclarecer que o clube que foi castigado por corrupção foi o FCPORTO e o seu presidente esta a cumprir 2 anos de suspensão por ter cometido um acto criminosos de subornar um árbitro conforme está provado
Portanto não se percebe esta perseguição ao Benfica, e está na hora alguém por ordem nisto, porque senão ainda vamos ter acções muito piores como aquela de um adepto do Benfica ter entrado dentro da área reservada ao fiscal de linha e ter ido agredi-lo, cá para mim se tudo continua como está, ainda vem por aí algo muito pior, e depois não se admirem
Deixo aqui um site http://vermelhovzky.blogspot.com/ onde podem ver o Jogador do FCPORTO Bruno Alves fazer o que quer e não teve nenhum sumaríssimo, será porque o rapaz pertence a algum grupo de canto coral, e lhe foi atribuído a medalha de bom comportamento?